Cuidado com o diabetes!

Voltar
26/06/2015

Post


A insulina é um hormônio que permite que o açúcar presente no sangue penetre dentro das células, para ser utilizado como fonte de energia. Se houver falta de insulina ou mesmo se ela não agir corretamente, haverá aumento de açúcar no sangue e, consequentemente, o diabetes – uma doença ‘silenciosa’ que pode trazer muitas complicações. O exame de glicemia é o primeiro passo para investigar o diabetes e acompanhar a doença.
 
Diabetes Tipo 1 (ocorre em cerca de 10% dos pacientes)
Decorre de um problema no sistema imunológico, que leva os anticorpos a atacarem as células que produzem insulina.
 
Pré-diabetes – termo usado para indicar que o paciente tem potencial para desenvolver a doença, como se fosse um estado intermediário entre o saudável e o diabetes tipo 2. No caso do tipo 1, não existe pré-diabetes, pois a pessoa nasce com uma predisposição genética ao problema, podendo desenvolver o diabetes em qualquer idade.
 
Diabetes Tipo 2 (ocorre em cerca de 90% dos pacientes)
Existe uma combinação de dois fatores: a diminuição da secreção de insulina e um defeito na sua ação. Geralmente, o diabetes tipo 2 pode ser tratado com medicamentos orais ou injetáveis, contudo, com o passar do tempo, pode ocorrer o agravamento da doença.
 
Conheça  os principais sintomas :
 

 
 
O tratamento é feito com acompanhamento médico e uma vida mais saudável, visando evitar possíveis complicações da doença. A atividade física ajuda a manter os níveis de açúcar no sangue controlados e afastar os riscos de ganho de peso. Na alimentação, é preciso evitar os açúcares presentes nos doces e carboidratos, como massas e pães.