Prevenção às Arritmias Cardíacas e Morte Súbita

Voltar
12/11/2015

Post


O Dia Nacional de Prevenção das Arritmias Cardíacas e Morte Súbita, comemorado em 12 de novembro, foi criado com o objetivo de orientar a população sobre as formas de prevenir os fatores de risco para a ocorrência de arritmias cardíacas e morte súbita, que vitimam cerca de 300 mil brasileiros por ano.

O coração normal trabalha em sequência de batidas, com ritmo. Quando isso não acontece, temos as chamadas Arritmias Cardíacas. Há diferentes tipos de Arritmias Cardíacas e, na maioria das vezes, elas não provocam sintomas, por isso as pessoas desconhecem os riscos.

Já a morte súbita é uma consequência da fibrilação ventricular, arritmia grave conhecida como parada cardíaca. A morte repentina relacionada a um ataque cardíaco recebe esse nome, por causa da ausência de sintomas. Qualquer pessoa está sujeita às arritmias e Morte súbita, podendo ocorrer em qualquer faixa etária, porém esses males atingem principalmente pessoas com histórico de morte súbita na família.

Ter uma alimentação equilibrada, rica em legumes, frutas e verduras, não fumar, praticar exercícios regularmente, controlar o consumo de bebidas alcoólicas e dar atenção a saúde emocional são formas de prevenir doenças do coração. A prevenção e o tratamento devem ser feitos com o acompanhamento de um cardiologista.